Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil

Luto: aprendendo a cuidar em tempos de crise humanitária pelo COVID-19

Neste curso beneficente da Fundação Elisabeth Kübler-Ross nos propomos a introduzir o aluno em noções preliminares e introdutórias sobre o cuidado de pessoas enlutadas e gravemente enfermas em tempos de crises humanitárias, por meio de uma imersão no legado humanitário da Dra. Elisabeth kübler-Ross, pioneira do movimento de tanatologia e do movimento hospice, assim como de diversas contribuições teórico-metodológicas para o trabalho com essa população em contextos de crise. Discutiremos noções de trauma, burnout, esgotamento profissional e estratégias de prevenção em saúde mental para profissionais de saúde, assim como possibilidades de intervenção que sejam baseadas em uma cuidadosa ética.

5 aulas via plataforma Zoom

A plataforma Zoom é uma ferramenta muito importante de comunicação, e não é necessário tê-la instalada no computador, nem mesmo ter uma conta. Será enviado um link para que os alunos tenham acesso às aulas e participem das discussões. Basta ter acesso a um bom sinal de internet, um microfone com áudio, e um aparelho de transmissão – um notebook, um celular, um tablet ou um PC. As aulas serão gravadas e disponibilizadas para os alunos que não puderem ter acesso a elas.

Inscreva-se aqui:

 

Programação

  • Domingo, dia 29 de março – 15h às 17h30min

Módulo 1 – Legado de Elisabeth Kübler-Ross, suas perdas e seus lutos. EKR e crises humanitárias: a experiência com a HIV/AIDS nos anos de 1980. Definições sobre luto e modelos descritivos e explicativos do processo de luto. Modelo dual de enfrentamento do luto. Trabalhando com enlutados em crises humanitárias nos dias de hoje. Autocuidado e trabalho com enlutados.

Atividade vivencial (30 minutos): Lidando com o medo. Lidando com os medos, preocupações e expectativas, bem como as ferramentas que os alunos esperam adquirir para lidar com o próprio medo.

  • Quinta, dia 02 de abril – 19h às 21h30min

Módulo 2 – Transferência e contratransferência. A corresponsabilização no trabalho com enlutados. Análise da contratransferência em situações de grande estresse profissional. Especificidades do Burnout e do Estresse Profissional em crises humanitárias.

Atividade vivencial (30 minutos): Vídeo inédito de Elisabeth Kübler-Ross sobre contransferência no trabalho com pessoas enlutadas. Discussão entre os alunos sobre essas ideias aplicadas em suas próprias vidas.

  • Domingo, dia 5 de abril – 15h às 17h30min

Módulo 3 – Cuidados paliativos em crises humanitárias. Competências culturais, espirituais e psicológicas para trabalhar com cuidados paliativos. Especificidades da comunicação de notícias difíceis nesse contexto. Cuidados com famílias. Estratégias práticas de cuidados em saúde mental. Recomendações de associações nacionais e internacionais de cuidados paliativos.

Atividade vivencial (30 minutos): Leitura conjunta de trechos selecionados da obra Aids: o desafio final, de EKR.

  • Quinta, dia 9 de abril – 19h às 21h30min

Módulo 4 – Lutos traumáticos e estratégias de cuidado. Resposta ao trauma em crises humanitárias: atenção aos provedores de cuidados em saúde. Lidando com órgãos públicos e instituições. Relação com a mídia.

Atividade vivencial (30 minutos): Tarefas inacabadas de profissionais de saúde: aula inédita de Elisabeth Kübler-Ross.

  • Domingo, dia 12 de abril – 15h às 17h

Módulo 5 – Elisabeth ainda intervém no mundo: esboços de planos de ação e aplicações na realidade dos alunos. Discussão sobre ética, limitações clínicas e assistenciais. Luto do profissional de saúde. Autocuidado como imperativo ético.

Atividade vivencial: Escolhendo o amor.

Docentes: Rodrigo Luz e Daniela Freitas Bastos, presidente e vice-presidente, respectivamente, da Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil.

Aguardamos a todos!