Terapia da Dignidade: teoria e prática
Palavras finais para dias finais

Rio de Janeiro | Copacabana | Exclusivamente presencial | Curso de férias

Datas: 17, 18 e 19 de janeiro de 2020
Carga horária: 20 horas.

Abordagem terapêutica específica para pacientes em cuidados paliativos

Público-alvo: Profissionais e estudantes da área da saúde

Este workshop, oferecido anualmente pela Fundação Elisabeth Kübler-Ross, vem oferecer aos profissionais de saúde brasileiros uma oportunidade de desenvolver ferramentas clínicas baseadas no referencial da Terapia da Dignidade, uma abordagem estruturada de cuidados psicossociais em Cuidados paliativos. Criada pelo canadense Harvey Max Chochinov, a Terapia da Dignidade tem efetividade comprovada na diminuição do sofrimento de pacientes gravemente enfermos, ajudando-lhes a desenvolver um senso de sentido de vida e a preservar ou acentuar o sentido de dignidade pessoal.

Inscreva-se aqui:

Programa:

Sexta – 16h às 20h
16h às 18h (2 horas) – Dignidade e Fim de Vida – Responsável: Cristiano
Por que estudar a dignidade? – Bases filosóficas Dignidade e pesquisa empírica – O modelo de Dignidade em pacientes gravemente enfermos – Questões relativas à doença – Repertório de conservação de dignidade – Inventário de Dignidade Social – Terapia da Dignidade em Cuidados Paliativos: diferentes settings.
18h às 20h (2 horas) – Psicopatologia e fim da vida – Responsável: Rodrigo
Depressão – Ansiedade – Desejabilidade de morte – Delirium – Alteração do ciclo circadiano – Transtornos mentais graves ao fim da vida – Adição de álcool e drogas Sintomas físicos associados – Síndrome da Desmoralização – Critérios diagnósticos substitutivos – Escalas de avaliação – Implicações clínicas

Sábado – 9h às 19h
9h às 10 (1 hora) – Movendo a Dignidade ao Cuidado – Evidências padrão ouro – Famílias e Pacientes – Abordagem Inicial – Critérios de inclusão e exclusão de Pacientes – Questões éticas e acordos prévios – Protocolo de Terapia da Dignidade
10h às 11h (1 hora) – Fazendo a Terapia da Dignidade
Organizando a sessão de Terapia da Dignidade – O setting – Usando o gravador – Família, amigos ou outros participantes – O papel do terapeuta
11h30min às 12h30min – Documento de Generatividade
Transcrevendo os áudios da Terapia da Dignidade – Clarificando a transcrição – Deixando organizada a transcrição – O paciente tem a palavra final
14h30min às 20h – Parte prática
Realizando a Terapia da Dignidade utilizando o protocolo – Familiarizando-se com as perguntas disparadoras – Lidando com histórias e conteúdos difíceis – Atenção ao processo clínico – Gravando e Transcrevendo – Editando com o paciente – Chegando ao Documento de Generatividade

Domingo – 9h às 13h
Parte prática – Simulações especiais com base em casos concretos de sessões de Terapia da Dignidade – Técnicas úteis
Casos com situações clínicas difíceis – Do começo ao fim – Resultados da Terapia da Dignidade para o luto da família – Pesquisa em Terapia da Dignidade – Análise do processo
Recomendações práticas – Cautelas – O que significa ser um terapeuta da dignidade – Formação contínua, supervisão e terapia pessoal
Autocuidado como imperativo ético

Investimento:
Primeiro lote – de 28/10 a 15/11 de 2019 – R$ 540,00
Segundo lote – de 16/11 a 16/12 de 2019 – R$ 620,00
Terceiro lote – a partir de 17/12 – R$ 720,00

Política de cancelamento:
Para solicitações de cancelamento até o dia 16/11/2019, será feita a devolução de 50% do valor do investimento do curso. A partir dessa data, será feito apenas a devolução do valor de 20% do valor do investimento, independente da causa. Esta medida se justifica em virtude da natureza autofinanciável do curso, com os valores de deslocamento de professores externos. Todos os inscritos nesta atividade educacional afirmam concordar com esta política de cancelamento. Caso o curso não tenha o quórum mínimo de 20 participantes, todos os inscritos serão reembolsados por um período de até 10 dias úteis.

Docentes:

Cristiano Oliveira
Psicólogo, especialista em Psico-Oncologia e psicoterapia Cognitivo Comportamental e em Psicologia Clínica e Hospitalar pelo Conselho Federal de Psicologia. Mestre em psicologia na área de concentração em psicologia clínica pela PUCRS. Doutorando em Psicologia do Desenvolvimento pela UFRGS. Psicoterapeuta em clínica privada. Atualmente desenvolve pesquisas nas áreas de Psico-oncologia e Psicoterapia Cognitivo e Comportamental. Membro do Grupo de Pesquisa em Psicologia da Saúde (GPPS) da UFRGS coordenado pelo Prof. Dr. Eduardo Remor. Docente do curso de Psicologia da Faculdade Imed Porto Alegre. Possui formação complementar em Gerenciamento de Estresse e Intervenção em Coping para pacientes oncológicos no modelo biocomportamental (Protocolo C2H) pela Ohio State University.

Rodrigo Luz
Mestre em Saúde Mental pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Docente do Curso de Pós-Graduação em Cuidados Paliativos com Ênfase na Atenção Primeira da FIOCRUZ, Docente da Casa do Cuidar, Docente da Pós-Graduação em Medicina Paliativa da Universidade de Pernambuco. Atualmente desenvolve pesquisas na área de Tanatologia e Cuidados Paliativos. Membro do Grupo de Pesquisa em Tanatologia e Psiquiatria em outras Condições Médicas, do IPUB/UFRJ. Atua com Cuidados Paliativos no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, no Rio de Janeiro. É diretor-presidente da Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil, uma fundação internacional presente em 12 países, levando adiante o legado de Elisabeth Kübler-Ross globalmente. Coordena cursos e workshops pelo Brasil baseados no trabalho pioneiro de Elisabeth Kübler-Ross. É autor do livro “Experiências contemporâneas sobre a morte e o morrer: o legado de Elisabeth Kübler-Ross para os nossos dias”, pelas Summus Editorial, publicado em 2019. Tem interesse nos seguintes temas: fenomenologia e existencialismo, saúde mental ao fim da vida, perdas e luto.

Inscreva-se aqui: