Pular para o conteúdo
EKR Brasil

Cursos

Formação em Aconselhamento no Luto - Ênfase no Trabalho com Grupos

144 HORAS | AULAS QUINZENAIS | 3 MESES | MODALIDADE ONLINE | PLATAFORMA ZOOM | ESTÁGIO PRÁTICO E SUPERVISÃO

Dr. Elisabeth Kübler-Ross Portrait on Virginia Farm 1987

No Brasil, espaços específicos para treinamento em práticas de aconselhamento no luto são muito escassas e são raras as oportunidades de treinamento que combine teoria e prática supervisionada. Em países como os EUA, Austrália e o Reino Unido, a figura do/ Aconselhador/a no Luto (Grief Counselor) é bem mais difundida e amplamente regulamentada. Nestes países, esta função é encarada como uma profissão e que inclusive é frequentemente remunerada. Nos EUA, há inclusive instituições destinadas a manter e impulsionar a regulamentação e também a fiscalização da atuação deste/a profissional. Ainda que não seja algo tão restrito, há nestes países uma estrutura regulatória na atuação e principalmente na formação desta para o exercício desta função, ainda que seja exercida de forma voluntária. Portanto, aqui no Brasil, faz-se necessário pensar na atuação desta figura, que já existe muitas vezes de maneira informal.
Capacitar e orientar a atuação de pessoas que desejam se colocar neste lugar de acolhimento a pessoas enlutadas é uma das funções a que a Fundação Elisabeth Kübler-Ross se coloca, através da proposta deste curso. A EKR Brasil, com muita alegria, organiza este curso voltado principalmente para pessoas ou profissionais que já atuam na condução e no aconselhamento de pessoas enlutadas, buscando uma formação estruturada na experiência e nas metodologias desenvolvidas pelos projetos que a Fundação já desenvolve através do seu Núcleo de Grupos e Projetos, ou aqueles e aquelas que desejam criar grupos de acolhimento ao luto, seja que tipo de luto for.
O curso é totalmente online, dividido em módulos, e tem o objetivo de capacitar o aluno ou a aluna para oferecer práticas de aconselhamento e no acolhimento ao luto de forma geral, além de reconhecer as próprias limitações frente a esse trabalho. Podem participar e obter a formação qualquer pessoa com pelo menos graduação em cursos da área de Ciências Humanas, Biológicas ou da Saúde. Exceções serão analisadas caso a caso para pessoas fora desta condição, desde que já tenham experiência comprovada com grupos de acolhimento ao luto ou estudantes de graduação destas áreas que estejam pelo menos no 7º período de sua formação.
O curso busca introduzir os estudos tanatológicos sobre luto e sobre as questões sobre a morte e o morrer de modo que se possa conduzir a atuação como aconselhador/a de forma ética, responsável e cuidadosa. O aluno será apresentado a discussões teóricas, mas também a vivências e experiências práticas que a Fundação Elisabeth Kübler-Ross já tem em prática em seus projetos, além de aulas com grandes nomes nacionais e internacionais dentro do campo da Tanatologia e do Luto. Todos os encontros são cuidadosamente pensados com a sensibilidade e o cuidado para que possamos desenvolver não somente as técnicas necessárias para um aconselhamento compassivo de pessoas enlutadas, mas também para que possamos desenvolver um espaço de acolhimento sensível.
Além disso, os/as alunos/as serão instigados entrar em contato com as discussões sobre o luto para além do olhar da saúde, entendendo a importância também de um olhar social, cultural, espiritual e antropológico atento às questões e atravessamentos sócio-culturais que perpassam a experiência de luto das pessoas. Neste sentido, a proposta de estágio de vivência e observação que o curso propõe coloca a disposição do/a aluno/a os diversos projetos de acolhimento ao luto que a Fundação Elisabeth Kübler-Ross já encampa em sua atuação no Brasil, o que também pode contribuir para a construção do trabalho final de conclusão do curso.
O/A aluno/a terá ainda a oportunidade de participar de um estágio de observação e vivência supervisionado em projetos de grupos de suporte ao luto, onde será instigado a, na prática, concatenar os conhecimentos adquirido ao longo do curso. Por fim, a proposta de um trabalho final busca facilitar a reflexão sistemática sobre o que foi trabalhado no curso e no estágio.
Trata-se de um curso bem completo sobre a atuação e intervenção para o suporte a pessoas enlutadas e a formação de aconselhadores no luto devidamente instrumentalizados para um suporte ao luto cuidadoso, compassivo, ético e metodologicamente bem estruturado.

Inscrições:

Datas das aulas (sempre aos sábados)

05 DE SETEMBRO DE 2020 – 10h às 18h
26 DE SETEMBRO DE 2020 – 10h às 18h
10 OUTUBRO DE 2020 – 10h às 18h
24 OUTUBRO DE 2020 – 10h às 18h
07 NOVEMBRO DE 2020 – 10h às 18h
21 NOVEMBRO DE 2020 – 10h às 18h
05 DEZEMBRO DE 2020 – 10h às 18h
09 JANEIRO DE 2021 – 10h às 18h
23 JANEIRO DE 2021 – 10h às 18h
06 FEVEREIRO DE 2021 – 10h às 18h

Total de atividades:
AULAS TEÓRICAS: 80h
ESTÁGIOS: 16h
SUPERVISÕES: 16h
TRABALHO FINAL: 40h
TOTAL: 144h

Os inscritos receberão o Link da plataforma Zoom dois dias antes para o acesso às aulas, e poderão

Investimentos:
1º lote de inscrições – 10x R$ 90,00 + taxas ou R$ 900,00 à vista
2º lote de inscrições – 10x 110,00 ou R$ 1.100 à vista

BOLSAS:
Serão oferecidas 5 bolsas integrais (100%) para líderes voluntários de grupos de apoio ao luto espalhados por todo o Brasil, assim como 5 bolsas de 40% e 5 bolsas de 30%. Os interessados em concorrer às bolsas devem enviar uma carta de intenção com no mínimo três páginas contando sua história, sua trajetória, seu interesse pelo curso e em que contexto os conhecimentos obtidos serão aplicados. Enviar com o Assunto “Bolsas – Aconselhamento”para o E-mail: ekrbrasil@gmail.com

ESTÁGIOS:
Os grupos de apoio ao luto da EKR Brasil estão acontecendo de maneira online, então os alunos poderão fazer o estágio de observação por esse meio, de maneira ética e responsável, assim como participar das supervisões dos grupos. Não haverão atividades presenciais, por recomendações sanitárias em virtude da pandemia. O curso, assim como todas as atividades que o envolvem, é 100% online.

MÓDULO I – 2 SABADOS
– A MORTE É UM DIA QUE VALE A PENA VIVER
– UMA BREVE HISTÓRIA DA MORTE E DO MORRER
– LUTO: PERCURSOS CONCEITUAIS, TEÓRICOS E BIBLIOGRÁFICOS
– MODELOS DE ENFRENTAMENTO DO LUTO
– O CONCEITO DE CONTRATRANSFERÊNCIA
– O CONCEITO DE DOR TOTAL DE CICELY SAUNDERS
– ELISABETH KÜBLER-ROSS: O ENLUTADO COMO MESTRE DO SEU CUIDADO
– PRINCÍPIOS FILOSÓFICOS NA ATUAÇÃO COM O LUTO: ÉTICA, MORAL, EXISTÊNCIA

TRABALHO FINAL DO MÓDULO: Paper de 2 a 3 laudas sobre um dos tópicos

MÓDULO II – 3 SABADOS
– ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO COMPASSIVA NO EXERCÍCIO DA ESCUTATÓRIA
– CULTURA E SOCIEDADE NO LUTO: UM OLHAR SOBRE O BRASIL
– PERDAS NO CICLO VITAL
– CRIANÇAS, ADOLESCENTES, ADULTOS E IDOSOS
– TEORIAS DA PERSONALIDADE
– TEORIA DO APEGO
– LUTO NÃO-RECONHECIDO
– LUTO COMPLICADO: fatores de risco, fatores de proteção e encaminhando
– TRAUMA E LUTO
– ATRAVESSAMENTOS SOCIAIS NO LUTO: GÊNERO, RAÇA, CLASSE, SEXUALIDADES E OUTROS
– CUIDADOS PALIATIVOS E LUTO
– VULNERABILIDADES E FATORES COMPLICADORES NO LUTO: ADICÇÃO, SUICÍDIO, TRANSTORNOS ETC.
– IMPACTOS ECONÔMICOS DO LUTO NA VIDA DAS PESSOAS ENLUTADAS
– ESPIRITUALIDADE NO LUTO: O SAGRADO COMO ESPAÇO DE ACOLHIMENTO

TRABALHO FINAL DO MÓDULO: Diário de Ressonâncias

MÓDULO III – 2 SÁBADOS
COMEÇO DO ESTÁGIO
– ACONSELHAMENTO NO LUTO VERSUS PSICOTERAPIA DO LUTO
– TRABALHANDO COM GRUPOS: MODALIDADES E ABORDAGEM
– FATORES TERAPÊUTICOS NO TRABALHO DOM GRUPOS
– APRENDIZAGEM INTERPESSOAL
– COESÃO GRUPAL
– CONSELHEIRO DO LUTO: TAREFAS BÁSICAS
– SELEÇÃO DE MEMBROS
– A CRIAÇÃO DO GRUPO: LOCAL, TEMPO, TAMANHO E PREPARAÇÃO
– O COMEÇO VERSUS O GRUPO AVANÇADO
– MEMBROS DESAFIADORES DE GRUPOS
– ALÉM DA TÉCNICA

MÓDULO IV – 3 SÁBADOS
– ESPECIFICIDADES E SINGULARIDADES DIANTE DA FINITUDE: ANÁLISE DE SITUAÇÕES E CASOS DE PESSOAS ENLUTADAS (ENTREVISTAS)
– ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO E SUPORTE AO LUTO EM GRUPO
– QUESTÕES LEGAIS E (BIO)ÉTICAS NO ACONSELHAMENTO A ENLUTADOS
– CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS PARA INTERVENÇÃO COM ENLUTADOS
– ACOLHIMENTO PÓS-COVID: INSTRUMENTOS E FERRAMENTAS PARA SUPORTE COMPASSIVO E CUIDADOSO EM GRUPOS ONLINE
– DISCURSOS E NARRATIVAS EM REDES SOCIAIS: FERRAMENTAS ONLINE COMO FORMA DE ACOLHIMENTO E CUIDADO EXTENSIVO
– AUTOCUIDADO, ESTUDO CONTÍNUO, SUPERVISÃO E TERAPIA PESSOAL COMO PRINCÍPIO ÉTICO: CUIDAR DE SI É CUIDAR DO OUTRO
– ENFRENTAMENTO DE CRISES NO TRABALHO EM GRUPOS DE ACOLHIMENTO
– SISTEMATIZAÇÃO E PESQUISA EM GRUPOS DE ACOLHIMENTO
– COMUNIDADE COMPASSIVA NO SUPORTE AO LUTO

TRABALHO FINAL DO MÓDULO: Oficina de criação de instrumento para suporte a atuação em grupo de acolhimento para enlutados

MÓDULO FINAL
ESTÁGIO ORIENTADO DE OBSERVAÇÃO E VIVÊNCIA EM GRUPOS DE SUPORTE AO LUTO
O estágio orientado se dará preferencialmente em um dos grupos de acolhimento ao luto que fazem parte do Núcleo de Grupos da EKR Brasil.
TRABALHO FINAL MONOGRÁFICO EM GRUPOS: estudo de casos

Inscrições:

ESPECIFICIDADES
PÚBLICO-ALVO: pessoas com formação acadêmica (graduação ou pós) nas áreas de Humanas, Biológicas ou Saúde; estudantes de graduação nestas áreas que estejam pelo menos no 7º período de formação; ou pessoas com experiência comprovável na atuação em grupos de acolhimento para enlutados/as (sujeito a análise)
ESTÁGIO SUPERVISIONADO: triagem, observação, supervisão, reuniões etc.
TRABALHO FINAL DE CURSO: Para fazer jus à certificação, o aluno deverá apresentar um Trabalho Final de Curso produzido em grupo, com no mínimo 10 laudas, contendo uma revisão de literatura sobre qualquer tema de seu interesse, ou apresentar um caso clínico (com justificação teórica da conduta sinalizada) ou outras formas de estudo científico.
CERTIFICAÇÃO: Para fazer jus a certificação pela Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil, o aluno deverá ter tido o aproveitamento de 75% de presença durante as aulas teóricas, além de ter média final 7,0, calculada a partir da seguinte maneira: Nota da prova escrita + Nota final do estágio + Nota do TCC dividido por três. O aluno que não tiver o aproveitamento de 75% de presença ou não alcançar a nota de 7,0 nas avaliações será dado como reprovado, não cabendo nenhum tipo de contestação. A certificação será dada pela Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil, com chancela internacional, e contará com professores com expertise nacional e internacional.

QUER SABER MAIS? Seta

Carga horária total: 144 horas.

Certificação pela Elisabeth Kübler-Ross Foundation.

Estágio de observação nos Grupos da Fundação EKR/Brasil, nos temas do Luto do Homem, Luto de Viúvas, Luto pela Perda Gestacional e Neonatal, Luto LGBT, Ponto de Afeto (Luto e Arte), entre outros temas.

Coordenação: Daniel Carvalho.

Supervisão: Rodrigo Luz e Daniela Freitas Bastos, presidente e vice-presidente da Fundação Elisabeth Kübler-Ross Brasil, respectivamente.

Inscrições e investimento:

QUER SABER MAIS? Seta

Dúvidas?

Telefone (21) 3593-6552

Email ekrbrasil@gmail.com